Minas por Região
Governador

18h11min - 15 de Julho de 2009 Atualizado em 14h13min - 01 de Julho de 2013

Aécio autoriza obras de saneamento em Teófilo Otoni

O governador Aécio Neves autorizou início imediato de conjunto de obras de saneamento básico no município de Teófilo Otoni no valor total de R$ 92,2 milhões. As obras, executadas pela Copasa, beneficiarão a população com a ampliação do sistema de esgotamento sanitário e melhoria da oferta de água tratada, através da construção de barragem no rio Todos os Santos.

BELO HORIZONTE (15/07/09) - O governador Aécio Neves autorizou, nesta quarta-feira (15), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, início imediato de conjunto de obras de saneamento básico no município de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, no valor total de R$ 92,2 milhões. As obras, executadas pela Copasa, beneficiarão a população com a ampliação do sistema de esgotamento sanitário e melhoria da oferta de água tratada, através da construção de barragem no rio Todos os Santos.

A Copasa também vai financiar a construção de uma vila, com toda infra-estrutura, para as famílias que vivem na área a ser alagada pela barragem. Estão previstas ainda melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da penitenciária de Teófilo Otoni. As obras serão responsáveis pela criação de mil empregos.

Segundo o governador, as obras autorizadas fazem parte das ações que o Governo de Minas vem realizando com o objetivo de acelerar o crescimento econômico e o desenvolvimento social do Vale do Mucuri. Ele afirmou que a prioridade do governo é diminuir as diferenças entre as regiões mais pobres e mais ricas do Estado.

“Pela primeira vez na história de Minas Gerais, o Governo do Estado, nos últimos quatro anos, investiu mais no Norte, no Jequitinhonha e no Mucuri do que em todas as demais regiões do Estado. Para cada um Real per capita investido na saúde no Sul, no Triângulo Mineiro, foram R$ 2 investidos no Vale do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas. Para cada um Real per capita investido em educação, foram R$ 2,5 nas regiões que mais precisam da ação do Estado. Tenho a convicção clara de que temos ainda enormes desafios pela frente. É ainda aquela região a mais desamparada do Estado, não obstante todos esses investimentos”, afirmou Aécio Neves, em seu pronunciamento.

Planejamento e transparência

O governador disse que os investimentos autorizados vão viabilizar o maior conjunto de obras de saneamento da história de Teófilo Otoni, com benefícios para a população de todo o Vale do Mucuri. Para ele, o planejamento, o uso correto e transparente dos recursos públicos e a gestão eficiente são o melhor instrumento para melhorar a vida das pessoas.

“As ações consistentes, aquelas que efetivamente mudam e transformam a vida das pessoas, são as que ultrapassam mandatos. São aquelas que não se restringem a um período de governo. E mais do que o efeito e o valor dessas obras, fica aqui um gesto da sensibilidade e responsabilidade para com as regiões mais pobres do Estado de Minas Gerais”, disse o governador.

Ele afirmou também que os dados mais recentes da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) mostram que a decisão do governo de Minas de investir maior volume de recursos nas regiões mais pobres foi a mais acertada.

“Essa é a forma adequada de se administrar um estado com regiões tão díspares, como Minas Gerais. Investindo, efetivamente, nas regiões de menores indicadores de Desenvolvimento Humano”, disse ele.

Distribuição de renda

A prefeita de Teófilo Otoni, Maria José Haueisen (PT), afirmou que o fato de pertencer a um partido de oposição não impediu a realização de ações sociais e obras de infra-estrutura financiadas pelo Governo do Estado no município. Segundo Maria José, apenas para ações na área de Saúde, o governo mineiro destinou mais de R$ 30 milhões para Teófilo Otoni.

“Estamos vivendo novos tempos na nossa região. Tempos de compromisso com a distribuição de renda, com a inclusão social e cidadã. Uma época nova em que ninguém é excluído porque não tem a mesma coloração partidária do Governo do Estado”, disse ela.

Barragem

O diretor de Operações Nordeste da Copasa, Márcio Kangussu, explicou que o objetivo da construção da Barragem no rio Todos os Santos é aumentar a oferta de água, eliminando a intermitência do abastecimento e diminuindo transtornos causados pelas enchentes e inundações nos períodos de chuva. O lago a ser formado pela barragem terá 161 quilômetros quadrados e 12 milhões de metros cúbicos de volume de água. A obra, orçada em R$ 45 milhões, começa até o final deste mês e será concluída em dezembro do ano que vem. Serão beneficiadas 130 mil pessoas.

“Nos próximos 50 anos, Teófilo Otoni não terá problemas de abastecimento de água e estará livre dos transtornos e prejuízos causados pelas enchentes”, garantiu Kangussu.

Vila

A Copasa construirá uma vila para onde serão transferidas 24 famílias de posseiros que hoje vivem na área que será alagada pela barragem no rio Todos os Santos. Segundo Kangussu, as casas terão até 100 metros quadrados e a nova vila terá ruas calçadas, energia elétrica, rede de água e esgotamento sanitário, estrada de acesso, além de dois hectares de terra para plantação. A vila será construída a três quilômetros da barragem e a 10 quilômetros do centro da cidade. Serão investidos R$ 2,1 milhões e a previsão é de que as obras estejam concluídas até abril do ano que vem.

Esgotamento sanitário

A Copasa vai ainda implantar 15 quilômetros de rede de esgoto e construir uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), o que vai impedir que os dejetos continuem a ser lançados in natura nos rios e córregos que cortam Teófilo Otoni. Kangussu lembrou que o rio Todos os Santos é um dos mais importantes afluentes do rio Mucuri. A obra custará R$ 43 milhões e vai beneficiar 95% da população do município. As obras já começaram e deverão estar concluídas até novembro deste ano.

Completando o lote de obras, a Copasa, numa iniciativa inédita, investirá R$ 1,8 milhão na implantação de um completo sistema de esgotamento sanitário para atender a unidade prisional de Teófilo Otoni, que tem capacidade para 280 detentos.

A Copasa é reconhecida no país como referência no setor de saneamento e está presente em 611 municípios mineiros prestando serviços de abastecimento de água e em 189 cidades com serviço de esgotamento sanitário. Em 2009, a empresa investirá R$ 850 milhões em obras que estão melhorando a qualidade de vida e preservando o meio ambiente. Entre 2003 e 2010, o total investido chegará a R$ 6 bilhões.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato