Minas por Região
Segurança / Defesa Social

18h26min - 15 de Setembro de 2009 Atualizado em 09h17min - 23 de Junho de 2013

Centro de Referência à Gestante ganha Área de Convivência

O Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade, em Vespasiano, recebeu do Servas uma Área de Convivência de 72 metros quadrados. O local conta com paredes coloridas, brinquedos, tapetes emborrachados, andadores, carrinhos, bebês-conforto e até uma piscina de bolinhas.

BELO HORIZONTE (15/09/09) - Um espaço com paredes coloridas, repleto de brinquedos, tapetes emborrachados, andadores, carrinhos, bebês-conforto e até piscina de bolinhas, encheu os olhos das mães e, principalmente, das crianças do Centro de Referência à Gestante Privada de Liberdade, com sede em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), na manhã desta terça-feira (15). A chamada Área de Convivência foi inaugurada durante uma cerimônia informal, com a presença da presidente do Servas, Andrea Neves; da secretária-adjunta de Defesa Social, Soraia Ghader; do subsecretário de administração prisional, Genilson Zeferino e da secretária de Estado Planejamento Renata Vilhena.

A solenidade foi marcada também pela assinatura de um Termo de Parceria entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e o SESI/Fiemg, por meio do Instituto Minas pela Paz (IMPP), para a oferta de oficinas de geração de renda para as detentas. Outro convênio, estabelecido com o Instituto Edna Roriz, ofertará cursos de fabricação de produtos de higiene como sabonetes líquidos e desinfetantes e, numa segunda fase, pães e geleias.

A Area de Convivência tem 72 metros quadrados e dispõe ainda de uma lavanderia anexa, para que as mães possam cuidar da higienização das roupas. O local foi construído com recursos do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), por meio de uma empresa parceira. Andrea Neves disse que o novo espaço inaugurado completa o trabalho que vem sendo feito pela área de Defesa Social do Estado no sentido de humanizar os presídios. “Essas detentas, que cá permanecem por um ano com seus filhos, têm agora um local específico para brincadeiras e, de quebra, podem reforçar os tão importantes vínculos afetivos”.

Em sua breve fala, Andrea lembrou que, no início, tinha apenas uma secadora de roupas industrial para doar à unidade. Mas se entregasse o equipamento, ele ficaria ao relento. Foi então que nasceu a ideia de viabilizar a área de convivência, o que só foi possível graças à parceria com a construtora Uni. “Nada que é humano me é estranho e tudo o que é humano diz respeito a nós”, disse ela, citando um antigo provérbio. “Avançamos muito no que se refere ao conceito de responsabilidade pública. Nenhum Governo consegue fazer tudo sozinho. Por isso, as parcerias com a iniciativa privada são tão importantes”, ressaltou.

Genilson Zeferino reconheceu não ser fácil cuidar de pessoas que um dia se desviaram de seus caminhos e que aquele evento, de certa forma, dá vida ao mote “Minas Avança” do Governo. “Essa unidade, em especial, consegue mobilizar muita gente. Por isso é possível tanto zelo com ela. Tenho orgulho de ser subsecretário de administração prisional”. Ao final da solenidade, a secretária-adjunta, Soraia Ghader, presenteou as detentas com batons, roupas, íntimas, camisolas e bolsas. “Que vocês tenham sempre incentivos como esses todos que trouxemos aqui, aproveitem as oportunidades e saíam daqui melhores e mais preparadas para a vida do que entraram”.

A detenta Taciana Pereira Vaz, de 22 anos, contou que os olhos de sua filha, de seis meses, brilharam ao ver tantas novidades. “É maravilhoso saber que tem gente que se importa com a gente. Acho que este espaço será ótimo para o desenvolvimento psicomotor dos bebês”. Marilene Cardoso, de 25 anos, também aprovou o espaço e embora seu filho, de quase 12 meses, esteja próximo de ser entregue à avó, ela elogia a iniciativa, reiterando que no Centro de Referência tudo é feito pensando no bem-estar das crianças. “Estou tranquila porque sei que meu filho é feliz e não guardará lembranças ruins do tempo que passou aqui”. Já Dionéia de Souza Alves, também com 25 anos, acabou de dar à luz a uma menina e sabe que as duas ainda terão um bom tempo juntas na unidade. “Tenho o privilégio de estar aqui. Sinto-me valorizada e só penso em trabalhar, aprender coisas novas e ser uma pessoa normal quando terminar o cumprimento da pena”.

Além da Área de Convivência, o Centro de Referência recebeu do Servas 40 berços e colchões para que mães e filhos possam ficar juntos nos quartos, que são divididos entre oito mulheres. “A ideia é que as detentas se revezem no cuidado com os bebês a fim de permitir que todas possam participar das oficinas profissionalizantes”, informa a diretora da unidade, Mariana Theodossakis.

Parcerias

Andrea Neves disse que está animada com as novas parcerias firmadas. Em sua avaliação, os cursos acenam com uma nova perspectiva para todas as mulheres, no momento em que elas terminarem o cumprimento de suas penas. A professora Edna Roriz relata já ter feito experiências-piloto com as detentas e conta que o envolvimento delas foi bastante positivo. “Produzimos sabonete líquido e desinfetantes. Elas aprendem rápido e adoram as dicas sobre quanto vão gastar e quanto poderão ganhar. Minha preocupação é ensinar-lhes algo que poderão fazer em casa mesmo, quando saírem daqui, e sem terem que abrir mão do cuidado com os filhos”. A intenção da educadora e empresária é aprimorar cada vez mais a produção, a fim de que os produtos atinjam uma qualidade competitiva e aí seja possível comercializá-los em supermercados e outros pontos de venda.

A diretora do Centro de Referência, Mariana Theodossakis, acrescentou que uma terceira forma de parceria com a unidade está prestes a ser fechada, desta vez com o Senac. “Abrimos a casa para o estágio de estudantes de enfermagem. Em contrapartida, eles nos oferecerão cursos de baby-sitter”. A diretora era uma das mais entusiasmadas com o novo espaço e contou que, em breve, será instalada lá uma televisão. O local ficará à disposição das mães e dos filhos de 7 da manhã às 22 horas. A ideia é que as crianças só fiquem nos alojamentos quando estiverem dormindo, durante a noite. “Assim, os bebês ficarão num ambiente mais arejado e, acredito, menos agitado, contribuindo para a harmonia da unidade”.

O Termo de Parceria, firmado entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e o SESI/Fiemg oferecerá cursos de artesanato em chinelos (2 horas-aula), bordado artesanal (50 horas-aula), confecção de bijuterias (50 horas-aula) e manicure e pedicure (50 horas-aula). Todas as capacitações, além de ensinarem alternativas de geração de renda, destacam princípios de empreendedorismo e informações sobre mercado de trabalho. As aulas terão início no dia 29 de setembro.

Em breve, o Centro de Referência será expandido, dispondo de oito novos alojamentos. Atualmente, encontram-se na unidade 48 crianças e 48 mães. As detentas grávidas estão no Complexo Penitenciário Estevão Pinto (PIEP), enquanto a obra não fica pronta, o que está previsto para ocorrer até o final do ano.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato