Minas por Região
Governador

18h42min - 05 de Novembro de 2009 Atualizado em 01h08min - 21 de Junho de 2013

Conclusão da Antônio Carlos será em março de 2010

O governador Aécio Neves visitou as obras de alargamento da avenida Antônio Carlos ao lado do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. Eles estiveram na rua Operários, no bairro Cachoeirinha, onde está sendo concluída a construção de um viaduto e um trecho de 700 metros. A conclusão da obra acontecerá em março de 2010.

BELO HORIZONTE (05/11/09) - A conclusão de toda a obra de alargamento da avenida Antônio Carlos, em Belo Horizonte, acontecerá em março de 2010, dentro do prazo estipulado pelo Governo de Minas e pela Prefeitura da capital. O anúncio foi feito pelo governador Aécio Neves, nesta quinta-feira (5), durante visita às obras ao lado do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. Os dois estiveram na rua Operários, no bairro Cachoeirinha, onde está sendo concluída a construção de um viaduto e um trecho de 700 metros.

“Viemos fazer uma visita às obras da Antônio Carlos para conferir se estão dentro do cronograma estabelecido pela Prefeitura e pelo Governo do Estado. Felizmente, a obra caminha de forma exemplar”, disse Aécio Neves, em entrevista. E afirmou: “Estou definindo, ao lado do prefeito, que no dia 28 de março do próximo ano, portanto daqui a poucos meses, estaremos concluindo essa obra e inaugurando o conjunto restante que inclui o viaduto em frente ao Complexo IAPI”.

O governador informou, ainda, que na primeira quinzena de janeiro será inaugurado um trecho de um quilômetro na avenida. Quando concluído o projeto, a avenida terá suas pistas ampliadas no trecho de 3,9 quilômetros que vai do bairro São Francisco (Anel Rodoviário) até o Complexo da Lagoinha, na região central.

O Governo de Minas assumiu em janeiro deste ano a terceira e última fase da obra de alargamento da avenida, no trecho entre a rua Operários até o Complexo da Lagoinha, no centro da cidade. O Estado está investindo R$ 190 milhões nessa fase, com contrapartida de R$ 60 milhões da Prefeitura de BH. A primeira fase foi executada pelo governo federal.

Aécio Neves lembrou que a conclusão do alargamento da Antônio Carlos também é uma das obras que garantirão melhor infraestrutura na capital para a realização da Copa do Mundo de 2014.

“Quero reiterar que o Governo do Estado, com essa extraordinária parceria com a Prefeitura Municipal, tem avançado muito naquilo que é de sua responsabilidade. Esperamos que possamos ter também os investimentos federais para que Minas Gerais, de forma exemplar, possa se apresentar em 2014 como a primeira cidade atendendo todos os requisitos não apenas de infraestrutura esportiva, mas de mobilidade, de saúde, de segurança, visando a Copa do Mundo”, disse Aécio Neves, em entrevista durante a visita às obras.

O governador afirmou que o viaduto da rua Operários e o seu entorno, que representam 25% do projeto de alargamento da via, serão inaugurados no dia 25 deste mês de novembro. Além dos trabalhos de concretagem, está em execução a instalação de 300 metros lineares de gradis de proteção na pista exclusiva de ônibus (bus way). O viaduto da rua dos Operários terá mão dupla direcional, interligando a rua com a avenida Paranaíba, promovendo a ligação da região dos bairros Cachoeirinha e Bom Jesus com São Cristóvão e Renascença.

Fluidez no trânsito

Pela Antônio Carlos circulam 85 mil veículos por dia e o alargamento vai beneficiar os usuários de transporte coletivo com a diminuição no tempo das viagens para as regiões Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Pampulha e Venda Nova. Com a construção de passarelas, trincheiras, viadutos, a via será mais segura para pedestres e motoristas.

A requalificação urbanística promoverá a melhoria das condições ambientais. O projeto paisagístico prevê o plantio de 1,5 mil mudas de árvores ao longo da avenida, no trecho entre a rua Operários, no bairro Cachoeirinha, até o Complexo da Lagoinha. Essas árvores substituirão as 140 que estão sendo retiradas devido às obras de ampliação da via. Dessa forma, para cada árvore retirada, serão plantadas dez outras.

Cidade Administrativa

Durante a visita à avenida Antônio Carlos, o governador reafirmou que a mudança das primeiras secretarias para a futura sede do Governo do Estado, no bairro Serra Verde, região Norte de Belo Horizonte, acontecerá em janeiro.

“Vamos, a partir de 15 de janeiro, mudar com cerca de três secretarias de Estado. No mês seguinte mais duas secretarias, para que até o mês de setembro do ano que vem, de 2010, tenhamos lá cerca de 16 mil servidores à disposição da população de Minas Gerais, para prestar serviços a ela cada vez de melhor qualidade”, disse Aécio Neves.

Além de permitir uma gestão mais eficiente dos serviços públicos, a centralização das unidades de Governo vai gerar uma economia de R$ 85 milhões/ano em relação às despesas atuais com custeio de manutenção. O Governo vai economizar principalmente em aluguéis, telefonia, transporte, manutenção de prédios e outros serviços a partir de 2010.

O Governo de Minas teve papel fundamental para o desenvolvimento econômico e social da capital mineira nos últimos anos. Além da Cidade Administrativa, que vai levar o desenvolvimento da capital para o Vetor Norte da cidade, o Governo do Estado implantou a Linha Verde, ligando o Centro ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, com 35,4 km. É a maior obra viária da Região Metropolitana de Belo Horizonte das últimas duas décadas, com investimento de R$ 380 milhões,

O Estado também construiu a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE Onça) e ampliou o Centro de Convenções e Feiras – Expominas com investimento de R$ 150 milhões, triplicando o espaço original, com três pavilhões multiusos e uma área construída de 72 mil metros quadrados.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato