Minas por Região
Governador

14h11min - 10 de Fevereiro de 2011 Atualizado em 16h12min - 27 de Junho de 2013

Governador Antonio Anastasia recebe a ministra da Pesca e Aquicultura

BELO HORIZONTE (10/02/11) - O governador Antonio Anastasia recebeu, nesta quinta-feira (10), no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, a ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti. Durante o encontro, eles trataram de parceria do Estado com a União para incrementar a produção e o consumo de pescado no Brasil e, especialmente, em Minas Gerais. Antonio Anastasia destacou a importância da Aquicultura para a geração de renda para os Estados e para o país. O governador se colocou à disposição do Ministério da Pesca e Aquicultura para a viabilização de projetos como esse que, visam, sobretudo, a geração de renda e empregos.

“Tratamos de um assunto que agora é muito relevante não só para a economia, mas para a geração de renda em Minas e no Brasil, que é a questão da criação de peixes e da aquicultura. Estabelecemos também parcerias importantes, dentro da linha de parceria estreita que temos com o governo federal em todas as áreas, e o Ministério da Pesca é uma delas”, disse o governador, em entrevista.

O governador e a ministra também conversaram sobre a necessidade de agregar valor ao pescado, além de questões referentes à concessão de licença ambiental para pesquisas e instalação de parques aquícolas.

“Discutimos sobre questões da licença ambiental de pesquisa de peixes ornamentais, além da questão da agregação de valor ao pescado no nosso Estado. A ministra tem demonstrado que essas parcerias com os estados é a fórmula mais adequada para gerarmos renda e darmos uma opção muito importante de proteína para os brasileiros”, afirmou.

A ministra da Pesca e Aquicultura também destacou a potencialidade de Minas Gerais em se transformar em um dos grandes produtores de pescado do Brasil. “Minas Gerais é uma verdadeira caixa d’água. Não estamos falando apenas de Furnas e Três Marias, mas de inúmeros reservatórios que poderiam estar sendo utilizados, trabalhados, gerando emprego, renda, oportunidade e gerando uma proteína de extrema qualidade que é exatamente a proteína do peixe”, disse.

Potencialidade de Minas

Nos últimos oito anos, o Governo de Minas tem desenvolvido inúmeras ações voltadas para a pesquisa e o incremento da pesca e da aquicultura no Estado. O governo mineiro incentiva a criação de peixes por pequenos produtores e presta ainda assistência técnica a 15 mil pisicultores em 331 municípios. As ações envolvem as Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), além da Cemig, Emater-MG e outros órgãos.

O conjunto das ações desenvolvidas levou Minas Gerais a ocupar o primeiro lugar nacional na produção de peixe ornamental. Em relação à pesca profissional artesanal em continente, Minas Gerais ocupa o 6º lugar no país, com a produção de 10,3 mil toneladas/ano. Minas Gerais é um dos estados brasileiros com maior potencial para a exploração da aquicultura em razão da grande disponibilidade de água doce e da temperatura amena.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato