Minas por Região
Governador

23h16min - 18 de Março de 2010 Atualizado em 04h02min - 29 de Junho de 2013

Governador defende planta da Petrobras em Uberaba

RIO DE JANEIRO (18/03/10) - O governador Aécio Neves confirmou ao presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, em reunião nesta quinta-feira (18), no Rio de Janeiro, a decisão do Governo de Minas de construir um gasoduto para atender todo o Triângulo Mineiro, com investimentos de R$ 750 milhões da Cemig. Ao final do encontro, ficou acertada a criação de um grupo de trabalho do Governo de Minas e da Petrobras para aprofundar estudos e analisar a possibilidade de implantação de uma planta de uréia-amônia em Uberaba. Também participaram da reunião, o vice-presidente da República, José Alencar, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Sérgio Barroso, e o presidente da Cemig, Djalma Morais.

“O que buscamos demonstrar é que há uma viabilidade natural da instalação da fábrica de amônia na região que mais consome esse insumo. E se faltava algo, o Governo do Estado assumiu aqui formalmente a construção de um gasoduto. Obviamente, existem outras demandas de outros estados, com outras particularidades O que decidimos aqui é que será definido um grupo de trabalho, rapidamente, da Petrobras com a Cemig, no primeiro momento, para discutir a questão do gasoduto e também para discutir qual o perfil que essa fábrica poderia ter. Há um consenso entre nós, principalmente entre o vice-presidente e eu. Falamos por telefone, durante a reunião, com a ministra Dilma de que não se justifica uma construção tão distante do mercado consumidor se não houver ali pelo menos uma planta que atenda esse mercado consumidor”, disse o governador Aécio Neves, em entrevista.

A construção do gasoduto foi anunciada pelo governador na sexta-feira (12), quando esteve em Uberaba. Na primeira etapa, serão 235 quilômetros de gasoduto de São Carlos(SP) a Uberaba. Em um segundo momento, outros 120 quilômetros até Uberlândia, totalizando 355 quilômetros. Concluído o gasoduto, a expectativa inicial é de um mercado de três milhões de metros cúbicos/dia, podendo chegar a cinco milhões de metros cúbicos/dia.

Aécio Neves lembrou que nesta sexta-feira (19), haverá uma reunião do Conselho de Administração da Petrobras, formado por membro do governo federal e que caberá a esse conselho a decisão sobre o local da implantação da planta de uréia-amônia.

“O que fizemos aqui hoje, de forma objetiva, é dizer que se a questão fundamental era a ausência de gás, estamos em condições de levar esse gás e, obviamente, temos que fazer aí uma contabilidade de custos. Obviamente também, a questão dos custos de frete se essa fábrica ficar distante dos mercados consumidores deve entrar nessa planilha. Mas houve da Petrobras absoluta disposição de aprofundar essa análise para que tenhamos uma decisão que atenda ao interessa nacional. Mas nosso convencimento é que a região de Uberaba, sem dúvida alguma, é a região mais adequada para sediar uma planta de amônia”, concluiu Aécio Neves.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato