Minas por Região
Governador

21h34min - 27 de Abril de 2010 Atualizado em 01h08min - 29 de Junho de 2013

Governo atende entidades com o programa Energia do Bem

MONTE SIÃO (27/04/10) - O governador Antonio Anastasia assinou nesta terça-feira (27), em Monte Sião, termo de doação de equipamentos de baixo consumo de energia como geladeiras, chuveiros, lâmpadas e aquecedores solares para entidades filantrópicas de sete municípios do Sul de Minas. A iniciativa faz parte do Energia do Bem, programa social da Cemig, que substitui os equipamentos dessas entidades, permitindo economia, conforto e segurança às pessoas assistidas. O Energia do Bem integra as ações do Programa de Eficiência Energética da Cemig que já investiu R$ 23,5 milhões em todo o Estado, beneficiando 1.409 instituições.

“Estamos substituindo lâmpadas, equipamentos, geladeiras, de todas as entidades assistenciais, de tal modo que a conta de luz vai cair 50% e vão ter equipamentos novos. São entidades fundamentais de Monte Sião e da região que estão recebendo esse benefício, que é um convênio da Cemig, junto ao Governo do Estado e do Serviço Voluntário de Asssistencia Social (Servas). É algo muito positivo”, afirmou o governador em seu pronunciamento.

O Energia do Bem está beneficiando nove instituições de Monte Sião, Andradas, Botelhos, Campestre, Jacutinga, Ouro Fino e Santa Rita de Caldas com investimento de R$ 1,3 milhão. A instalação dos equipamentos será acompanhada por técnicos da Cemig. Serão substituídas lâmpadas incandescentes por fluorescentes, instalados chuveiros com recuperador de calor e substituídas geladeiras de alto consumo de energia por outras mais eficientes. Todos os serviços são gratuitos sem nenhum ônus para as entidades. 

O programa beneficia instituições de longa permanência para idosos, creches, Apaes, abrigos, albergues, casas de passagem, casas-lar e centro de recuperação para dependentes químicos. A presidente da Apae de Botelhos, Jaqueline Alexandre Miotto, comemorou o atendimento da entidade com o programa da Cemig. 

“Para nós, receber esses equipamentos é de grande importância. Temos uma Apae com 74 alunos de famílias que precisam muito dessa assistência. Ficamos muito contentes com essa parceria do Servas, da Cemig e do Governo de Minas, pois vai nos ajudar muito em relação aos gastos, que são retirados de recursos próprios da entidade. É economia”, ressaltou. 

Feira da Malha e do Tricô

Em Monte Sião, o governador Antonio Anastasia visitou as instalações da Feira Nacional do Tricô (Fenat 2010). O evento, que acontece até este domingo (2), mostra as tendências da moda outono/inverno deste ano e consolida a cidade como referencial da moda em tricô.

“Essa feira aqui de Monte Sião começou pequena e foi conquistando a confiança de todos, dos expositores, dos empresários, dos fabricantes, dos consumidores, dos revendedores, que passaram a vir para cá. Foi construída toda essa estrutura e Monte Sião, hoje, é uma referência nacional da malha, uma referência do tricô”, lembrou Antonio Anastasia. 

O município integra a Associação de Circuito Turístico Malhas do Sul de Minas, certificada pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) em 2006. Além de Monte Sião, integram o Circuito Malhas do Sul de Minas Borda da Mata, Inconfidentes, Jacutinga e Ouro Fino. A região, que antes se ocupava exclusivamente de atividades agropecuárias, hoje é um dos mais importantes centros de malharia retilínea do país. Atualmente, o trabalho artesanal foi substituído por equipamentos modernos, mas sem perder a originalidade.

“Nunca um governador do Estado de Minas teve a oportunidade de visitar a feira e eu achei que era importante, porque é uma atividade econômica muito relevante. Estamos apresentando um produto fundamental, agregando valor ao nosso produto, que é o vestuário. Uma indústria importante, até porque Monte Sião é a capital nacional da malha e do tricô e, por isso mesmo, venho visitar a feira com muito gosto”, ressaltou o governador em entrevista.

A indústria têxtil, por meio da produção de artigos em tricô, representa 70% da atividade econômica de Monte Sião e região. A feira é responsável pela manutenção, durante todo o ano, de 7.500 empregos em, aproximadamente, 800 lojas especializadas do setor concentradas no centro comercial de Monte Sião. Atualmente, existem, ao todo, 1.400 malharias na cidade que vendem seus produtos em centenas de estabelecimentos comerciais voltados para lojistas e visitantes. A expectativa é que 100 mil pessoas visitem a feira em 16 dias de evento que é realizado desde 1972.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato