Minas por Região
Governador

19h57min - 04 de Março de 2010 Atualizado em 15h56min - 01 de Julho de 2013

Homenagens marcam inauguração da Cidade Administrativa

BELO HORIZONTE (04/03/10) - O governador Aécio Neves inaugurou, nesta quinta-feira (4), a Cidade Administrativa Tancredo Neves, nova sede do Governo de Minas, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Inspirado pela trajetória do ex-presidente, que neste dia completaria cem anos de vida, e por outros mineiros históricos, Aécio Neves destacou, ao se dirigir aos convidados, ministros, governadores e ao vice-presidente República, José Alencar, que a importância política de Minas Gerais é referência na história do Brasil.

“Por mais importante que seja essa grandiosa Cidade Administrativa, gestada na prancheta mágica e poética do mais importante arquiteto da nossa história, Oscar Niemeyer, que neste ato entregamos a Minas Gerais, tenho convicção que a força que foi capaz de trazer a Minas tão importantes personalidades, foi outra. Sei que, ao virem até aqui, hoje, os senhores atendem ao chamado da história. Sabem que o tempo da história não é o passado. Não é o presente. O tempo da história é sempre. É ela que nos dá a referência fundamental do que fomos, alimenta o que somos e forja aquilo que poderemos vir a ser. E todos os dias são dias de história na vida de uma nação”, afirmou o governador, em seu pronunciamento.

Cerca de 8 mil pessoas participaram da inauguração da nova sede do Governo de Minas, que abrigará secretarias e órgãos estaduais das administrações direta e indireta. Entre elas, personalidades políticas de todo o país, como os governadores de São Paulo, José Serra, do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, de Alagoas, Teotônio Vilela, do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius e de Santa Catarina, Luiz Henrique; o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, ex-presidente Itamar Franco; o ministro das Comunicações, Hélio Costa; deputados federais, como Ciro Gomes; senadores, como Agripino Maia, Eduardo Azeredo e Eliseu Resende; prefeitos de capitais, como de Curitiba, Beto Richa, e de Belo Horizonte, Marcio Lacerda; os ex-governadores de Minas Francelino Pereira e Rondon Pacheco, além do vice-governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia.

História política brasileira

Ao falar da história de Tancredo Neves, o governador Aécio Neves lembrou que o ex-presidente participou momentos fundamentais da história contemporânea da história brasileira. Ele salientou o caráter conciliador de Tancredo e sua coragem para o enfrentamento político.

“Tancredo era um autêntico conciliador, mas jamais lhe faltou, em qualquer momento da história, coragem política. Permaneceu ao lado do presidente Vargas e das forças constitucionais. Dirigiu-se publicamente à Nação pedindo que fosse garantida a ordem constitucional e a posse do vice-presidente, quando da renúncia de Jânio Quadros. Articulou a implantação do sistema parlamentarista como forma de garantir o essencial: a chegada do presidente João Goulart ao governo”, lembrou Aécio Neves, destacando em seguida a trajetória de Tancredo na resistência contra a ditadura militar e a luta pela redemocratização, que culminou com sua eleição para a presidência da República no Colégio Eleitoral em 1985.

“Durante a ditadura, com toda a sua trajetória, articula incansavelmente. Procura brechas, tateia saídas no escuro. Mais uma vez, tece diálogos, constrói pontes e abre caminhos. Anos depois, naquele momento histórico, foi às ruas com a Campanha das Diretas. Nela, ganhou o coração do país, ao lado de gigantes como Ulysses, Montoro e Teotônio. Sabia que a hora era aquela. Na verdade, sabiam eles. Sentia que o país estava maduro para fazer a sua travessia, ainda que o sonho das eleições diretas não se consumasse no primeiro momento. O importante era fazer a travessia”, disse Aécio Neves.

Gestão Pública

Ao inaugurar a Cidade Administrativa, o governador Aécio Neves também lembrou da sua trajetória política à frente do Governo de Minas nos últimos sete anos, em que a boa gestão pública foi o referencial.

“Ao final desse extenso ciclo, os resultados aí estão, em todos os campos. E todos eles nos remetem a um princípio, a uma escolha, a uma determinação: a qualidade da gestão pública. Acredito que esta obra grandiosa que inauguramos hoje é um marco simbólico da boa governança, que significa transparência, eficiência e resultado”, destacou.

A Cidade Administrativa reunirá todo conjunto de servidores das administrações direta e indireta do Estado. São 16.300 funcionários atuando em 18 secretarias e 25 órgãos públicos e que serão transferidos gradualmente até outubro. Atualmente, 1.800 servidores já trabalham na Cidade Administrativa.

O novo complexo é formado pelo o Palácio Tiradentes – nova sede do Governo de Minas - e pelos edifícios Minas e Gerais, que passam a abrigar as secretarias e órgãos. Possui ainda o auditório JK com capacidade para 510 pessoas e um centro de convivência com restaurantes, lojas e serviços para atender às necessidades dos servidores.

Eficiência e planejamento

A integração das secretarias e órgãos na Cidade Administrativa permitirá ao Estado uma economia de R$ 92 milhões por ano e garantirá maior agilidade e melhor qualidade na prestação dos serviços públicos.

Localizada às margens da Linha Verde, na rodovia MG 010, ela também garante Belo Horizonte um novo traçado, com a promoção do desenvolvimento do vetor norte da capital. A nova sede do Governo de Minas também vai garantir maior qualidade para os servidores públicos no trabalho. Pela primeira vez na história, todos servidores terão as mesmas condições de trabalho, cada um com a sua estação equipada com computador, mesa, gavetas e armários, além de acesso à internet.

SEGOV - Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais

Desenvolvido por marcosloureiro.com

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, 4001
Edifício Gerais, 1º andar
Bairro Serra Verde - BH / MG
CEP: 31630-901
Tel.: +55 31 3915-0262

Telefones de Contato